Vice-campeão da Superliga, Sesi apresenta equipe para a próxima temporada

A equipe do Sesi-SP se reapresentou para dar início aos trabalhos visando a temporada 2019-2020. Jogadores e comissão técnica se reuniram no ginásio da Vila Leopoldina para apresentar o grupo que disputará o campeonato paulista e a Superliga.

Com 50% do elenco formado por atletas das categorias de base, o Sesi manteve a base vice-campeã da última competição nacional, com destaque para as renovações do oposto Alan Souza, do levantador William, do ponteiro Lucas Lóh, do central Éder e do líbero Murilo.

O clube se reforçou com o central Sidão e o ponteiro Fábio Capalbo, que estavam no Corinthians/Guarulhos, além de contar com os retornos de Victor “Birigui” e Daniel Pinho, formados na equipe paulista e que estavam atuando pelo Vôlei Um Itapetininga, em parceria com o Sesi.

Em entrevista ao site oficial da equipe, o técnico Rubinho falou sobre a montagem do grupo e elogiou o trabalho de formação de atletas do Sesi:

“Acho que a gente tem um bom perfil de equipe. A integração desses jovens vindos da nossa base faz parte de um processo. A gente já tinha determinado e estávamos nos preparando para isso, a ideia era que a gente aproveite cada vez mais os nossos jogadores. Temos um grande trabalho de formação aqui no Sesi-SP e agora estamos atingindo mais um ponto de sucesso nesse projeto, chegando aos 50% da equipe com garotos novos”, comentou.

O experiente líbero Murilo falou sobre a mescla de jogadores experientes com os mais jovens e o que espera da equipe nesta temporada:

“Essa mescla será uma coisa muito boa para a nossa equipe. A gente tem bastante experiência, temos uma parte do grupo na casa dos 40 anos e a garotada vem com metade disso. Vamos conseguir passar bastante coisa para eles aproveitando aquele vigor físico e juventude que eles trazem no dia a dia e que é importante para a equipe. É logico que teremos a atenção em balancear e controlar a ansiedade deles, mas a gente espera um resultado muito bom”, comentou.

Falando ao site oficial, Murilo ressaltou a dificuldade que a equipe enfrentará no campeonato estadual:

“O Paulista é tradicionalmente o campeonato estadual mais forte que a gente tem no país e teremos os dois clubes que disputaram a última final da Superliga, nós e o Taubaté, além do Campinas, que vem sempre muito bem. Então vai ser muito bacana, um início muito forte e para a gente serve como uma ótima preparação para a Superliga”, finalizou.

0 visualização

​​​​© 2020 desenvolvido por Market21 Comunicação - Todos os direitos reservados