UFC Vegas: Brasileiros brilham em noite de muitos nocautes e finalizações

Gilbert Burns domina ex-campeão Tyron Woodley, Mackenzie Dern entra para a história do UFC feminino e Augusto Sakai vence duro duelo de forma apertada.

Gilbert Burns domina ex-campeão Tyron Woodley e pede chance de título (Foto Divulgação UFC)

Neste último sábado (30) o UFC retornou a Las Vegas após série de eventos teste contra a propagação do Covid-19 com card estrelado por brasileiros e com um evento principal envolvendo a volta de um ex-campeão dos meio-médios enfrentando uma estrela brasileira em plena ascensão.


Além do show que os brasileiros deram, os fãs que assistiram ao evento puderam se deleitar com um card preliminar cheio de nocautes e finalizações.


Destaque para as vitórias dos brasileiros Gilbert "Durinho" Burns e Mackenzie Dern que faturaram bônus de performance da noite.


Gilbert Burns x Tyron Woodley


O evento principal da noite programado para cinco round's aconteceu pela categoria dos meio-médios do UFC que têm como detentor do cinturão Kamaru Usman que ainda aguarda por um adversário para seu próximo duelo e em meio a tantos desafiantes, surge um brasileiro.


Gilbert Burns conquistou sua sexta vitória consecutiva sendo a quarta nesta categoria após dominar durante todos os rounds um apático Tyron Woodley, ex-campeão da categoria. O último duelo de Tyron Woodley foi em 2019 onde foi derrotado pelo atual campeão Kamaru Usman de forma similar ao confronto com o brasileiro.


Logo no primeiro round Gilbert Burns conseguiu mostrar a potência de seus golpes que nocautearam Demian Maia no UFC Brasília em abril e colocou o adversário no chão após troca inicial de golpes e depois aplicou uma blitz que durou mais da metade do round e foi o suficiente para não só abrir um corte profundo no supercílio esquerdo de Woodley mas também serviu como apresentação do que viria por aí ao longo dos outros rounds.


Sempre dominando o centro do octógono, o brasileiro continuou dominando a trocação em pé e aproveitou das chances que teve para aplicar quedas e utilizar de seu jiu-jitsu afiado para exercer pressão e golpear constantemente um indefeso oponente que parecia estar assustado com a blitz do primeiro round.


No quarto round, Gilbert Burns encaixou um triângulo de mão bem justo porém Woodley foi salvo pelo gongo e ao retornarem para o quinto round o brasileiro demonstrou um alto Q.I. de combate e apenas administrou o resultado frustrando as investidas de um adversário desesperado por um nocaute.


Após anúncio da vitória, Gilbert Burns muito emocionado elogiou o atual campeão Kamaru Usman, ressaltou que será estranho enfrentar um companheiro de treino mas declarou sua vontade em disputar o cinturão da categoria ainda este ano.


Mackenzie Dern entra para a história!

Mackenzie Dern entra para a história do UFC ao aplicar a primeira vitória por chave de joelho (Foto Divulgação UFC)

A brasileira multi-campeã mundial e especialista em jiu-jitsu entrou para a história do UFC ao finalizar a sua adversária Hanna Ciffers ainda no primeiro round do combate com uma chave de joelho justíssima se tornando a primeira mulher a terminar um combate desta maneira dentro do octógono do UFC.


Filha de uma lenda do jiu-jitsu (Wellington "Megaton" Dias), Mackenzie Dern começou a competir com apenas 14 anos de idade e rapidamente se tornou uma das mulheres mais perigosas do mundo na arte suave e na noite do UFC Las Vegas demonstrou todo seu potencial para surpreender a adversária após início conturbado.


A adversária aproveitou do jogo de clinch para aplicar bons golpes na brasileira e parecia que a luta seria dura mas Mackenzie utilizou de suas principais armas para aplicar uma queda e trabalhar rapidamente para isolar a perna de Ciffers e finalizar a oponente.


Após o combate a brasileira declarou seu desejo de realizar mais 3 lutas durante o ano de 2020.


Augusto Sakai vence luta equilibrada

Augusto Sakai segue invicto no UFC e busca entrada no top 10 dos peso-pesados (Foto Divulgação UFC)

Blagoy Ivanov se mostrou um duro obstáculo para o peso-pesado brasileiro ao longo dos três rounds do combate no evento principal compartilhado do UFC Vegas.


Após domínio de Ivanov no primeiro round o brasileiro se recuperou e trabalhou muito bem sua trocação ao longo do segundo e terceiro round para vencer na decisão dividida dos juízes do combate.


Brasileiro segue invicto no octógono e se coloca como um dos principais promissores peso-pesados na organização.


Confira resultados do UFC Vegas: (Fonte: UFC)


CARD PRINCIPAL

Gilbert Burns venceu Tyron Woodley por decisão unânime; Augusto Sakai venceu Blagoy Ivanov por decisão dividida; Billy Quarantillo venceu Spike Carlyle por decisão unânime; Roosevelt Roberts venceu Brok Weaver por finalização aos 3m26s do 2º round; Mackenzie Dern venceu Hannah Cifers com uma finalização aos 2m36s 1º round.


CARD PRELIMINAR

Katlyn Chookagian venceu Antonina Shevchenko por decisão unânime; Daniel Rodriguez venceu Gabe Green por decisão unânime; Jamahal Hill venceu Klidson Abreu por TKO aos 51s do 1º round; Brandon Royval venceu Tim Elliott por finalização aos 3m18s do 2º round; Casey Kenney venceu Louis Smolka por finalização aos 3m03s do 1º round; Chris Gutierrez venceu Vince Morales por TKO aos 4m27s do 2º round.


0 visualização

​​​​© 2020 desenvolvido por Market21 Comunicação - Todos os direitos reservados