UFC Vegas 3: Curtis Blaydes domina combate mas não empolga fãs

Terceiro evento consecutivo no complexo particular do UFC em Las Vegas teve duelo entre pesos-pesados Curtis Blaydes e Alexander Volkov no evento principal mas luta entre Josh Emmet e Shane Burgos rouba a cena e entra na mira dos melhores do ano.

Curtis Blaydes vence Alexander Volkov com seu wresteling mas não empolga fãs e Dana White (Foto Divulgação UFC)

Aconteceu na noite do último sábado (20) no complexo APEX em Las Vegas o terceiro evento consecutivo na cidade em octógono montado dentro das instalações do UFC para suprir a falta de arenas devido a pandemia do Covid-19 com um duelo entre pesos-pesados no evento principal e um confronto que muitos esperavam e que não chegou a decepcionar ninguém, o contrário da exibição de Curtis Blaydes em sua vitória.


Noite contou com doze combates, sendo sete deles no card preliminar. Mesmo com o alto número de combates indo para a decisão dos juízes a noite foi produtiva para diversas categorias que precisavam avançar porém os dois duelos principais da noite foram os mais comentados pela comunidade do MMA.


Curtis Blaydes x Alexander Volkov

Curtis Blaydes venceu Alexander Volkov por decisão unanime dos juízes (Foto Divulgação UFC)

Durante a semana de preparação para o luta, Curtis Blaydes utilizou da imprensa para se promover como provável candidato a um duelo pelo cinturão dos peso-pesados do UFC após o terceiro encontro entre o atual campeão Stipe Miocic e Daniel Cormier programado para acontecer em agosto deste ano porém sua atitude não agradou a Dana White que desdenhou da atuação de Blaydes e ressaltou que o próximo da fila é Francis Ngannou que já venceu Curtis Blaydes duas vezes e aguarda chance de título ainda em 2020.


Durante o combate, Curtis Blaydes dominou Alexander Volkov durante os cinco rounds do confronto sempre trabalhando seu wresteling, evitando a trocação e aplicando inúmeras quedas no adversário porém a falta de atitude após causar a queda indignou fãs e Dana White.


Curtis Blaydes parecia administrar o combate desde o seu princípio e teve sérios problemas no quarto e quinto round pois parecia estar sem folego algum para buscar uma finalização ou nocaute. Mesmo com a vitória, Blaydes foi muito questionado por demonstrar claramente que seu gás não é bom o suficiente para cinco rounds como seria em uma potencial disputa de cinturão mas mesmo assim conseguiu sair vencedor contra um duro oponente.


Curtis Blaydes não deve disputar o cinturão em 2020 mas manifestou intenção de só aceitar um próximo combate se for pelo cinturão da categoria. Ele acumula oito vitórias nos últimos nove confrontos na organização.


Josh Emmet x Shane Burgos

Josh Emmet vence Shane Burgos e ambos faturam premio de luta da noite (Foto Divulgação UFC)

Na segunda luta mais importante da noite aconteceu o encontro entre dois dos mais empolgantes peso-pena da atualidade, Josh Emmet (8°) e Shane Burgos (10°) e o confronto supriu todas expectativas por parte dos fãs e mídia especializada pois se consagrou como a melhor luta da noite no UFC Vegas 3.


Os dois primeiros rounds foram extremamente equilibrados com uma intensa troca de golpes por parte de ambos atletas que sempre buscavam aquele golpe que definiria a luta mas ambos demonstraram o quanto são duros e conseguiram absorver grandes golpes sem ceder espaço para o outro.


Foi no terceiro round que o fator decisivo para determinar o vencedor surgiu após Josh Emmet conectar por duas ocasiões golpes que causaram a queda do adversário (knockdown), porém não foram o suficientes para o árbitro interromper o combate. Na decisão dos juízes, Josh Emmet saiu vencedor por unanimidade.


O vencedor deve receber um desafio maior em seu próximo combate pois iniciou a luta no oitavo lugar da categoria e deve subir de posição após a grande vitória de sábado.


Confira todos os resultados do UFC Vegas 3:


CARD PRINCIPAL

Curtis Blaydes venceu Alexander Volkov por decisão unânime (49-46, 48-47, 48-46); Josh Emmett venceu Shane Burgos por decisão unânime (29-28, 29-28, 29-27); Raquel Pennington venceu Marion Reneau por decisão unânime (30-27, 29-28, 29-28); Belal Muhammad venceu Lyman Good por decisão unânime (triplo 29-28); Jim Miller venceu Roosevelt Roberts por finalização (chave de braço) aos 2m25s do 1º round;


CARD PRELIMINAR

Bobby Green venceu Clay Guida por decisão unânime (29-28, 29-28, 30-27); Tecia Torres venceu Brianna Van Buren por decisão unânime (triplo 30-27); Marc-Andre Barriault venceu Oskar Piechota por nocaute técnico aos 4m50s do 2º round; Gillian Robertson venceu Cortney Casey por finalização (mata-leão) aos 4m36s do 3º round; Justin Jaynes venceu Frank Camacho por nocaute técnico aos 41s do 1º round; Lauren Murphy venceu Roxanne Modafferi por decisão unânime (30-27, 30-27, 29-28); Austin Hubbard venceu Max Rohskopf por nocaute técnico aos 5m do 2º round.


0 visualização

​​​​© 2020 desenvolvido por Market21 Comunicação - Todos os direitos reservados