UFC Vegas 11: Johnny Walker, Mackenzie Dern e Mayra Sheetara dão show e saem vitoriosos

Todos os brasileiros que participaram do UFC Vegas 11 finalizaram seus combates e saíram vitoriosos. Dern e Sheetara finalizaram com chave de braço enquanto Walker aplicou nocaute técnico ainda no primeiro round.

Mackenzie Dern fez o que dela se espera e finalizou a adversária no primeiro round (Foto UFC)

Sábado (19) aconteceu o UFC Vegas 11 no complexo APEX localizado em Las Vegas ainda sem a presença de público devido a pandemia da Covid-19.


O card contou com a presença de três brasileiros que não decepcionaram, deram um show de objetividade e venceram seus oponentes ainda no primeiro round de todos os confrontos.


Mackenzie Dern enfrentou Randa Markos no card principal do evento e venceu novamente utilizando de seu já conhecido jiu-jitsu de altíssimo nível. Após escorregar ao tentar aplicar um chute alto, a brasileira não deixou a oponente confortável na posição de ground pound e rapidamente buscou uma raspagem para inverter a posição e terminar por cima.


Dern foi variando entre golpear Markos e ir ajustando o controle lateral e ao isolar o braço da adversária, aplicou uma chave de braço extremamente justa que abriu apenas uma possibilidade de saída para sua oponente, a desistência.


Após o combate a brasileira falou um pouco sobre sua melhora no MMA e justificou com o fato de ser mãe e não poder decepcionar sua família:


"Ser mãe me mudou como lutadora, pois eu nunca fui tão focada como sou hoje. Espero que percebam que eu levo isso a sério. Meu corte de peso está melhor do que nunca e me sinto mais forte, mais agressiva. Eu vivia como uma menina que tinha uma vida de lutadora apenas, mas agora sou mãe e esposa também. Tenho que mostrar a eles que sou o mais profissional e ser uma modelo de vida para minha filha."


Johnny Walker x Ryan Spann

Brasileiro Johnny Walker aplicou nocaute técnico ainda no primeiro round do combate (Foto UFC)

O extrovertido brasileiro Johnny Walker voltou a vencer no octógono mais famoso do mundo da maneira que todos esperavam, um nocaute após uma insana troca de golpes no início do primeiro round.


Ambos atletas começaram a luta de maneira incisiva e partiram para a trocação franca e o brasileiro acabou sofrendo dois knockdowns mas se recuperou rapidamente e voltou a ficar em pé, foi então que Ryan Spann buscou utilizar seu wresteling e conduziu o brasileiro até a grade para tentar aplicar uma queda mas Walker defendeu muito bem a entrada e utilizou da postura baixa do adversário para aplicar cotoveladas e socos na têmpora de Spann que não aguentou a potencia dos golpes. Vitória de Johnny Walker após dois revés em suas últimas aparições.


Após o combate Walker ressaltou a importância de voltar a vencer no UFC:


"Tudo aconteceu de forma muito rápida. Essa divisão é muito dura e qualquer golpe muda a luta rapidamente. É muito bom estar de volta. Sei que venho de duas derrotas, mas sei do meu potencial e o que posso fazer. Estou feliz com o resultado, mas não de ter sido acertado de forma tão dura. Na próxima vou evitar isso. Quero voltar o quanto antes. Se precisarem de um substituto de última hora, estou aqui."


Mayra Sheetara x Mara Romero

Mayra Sheetara conquistou a terceira vitória brasileira no primeiro round (Foto UFC)

Outra brasileira a dar show na noite de sábado foi Mayra Sheetara que voltou a vencer no UFC de maneira brilhante. A italiana buscou trabalhar seu ground pound a partir do momento que combate foi para o chão mas foi surpreendida pelo alto nível de jogo de chão da brasileira que aproveitou do vacilo da adversária que golpeava de dentro da guarda para aplicar um triangulo e rapidamente fez a transição para uma chave de braço justa que possibilitou apenas a desistência por parte da adversária.


Sheetara ressaltou após a luta que se sente muito confortável lutando com as costas no chão e se colocou a disposição de Dana White para lutar novamente em Las Vegas:


"Eu treino na melhor academia de muay thai do mundo, mas realmente amo a luta agarrada. Não tenho problemas quando me colocam para baixo pois eu tenho grandes parceiros de treino, como o Charles do Bronx. Las Vegas é minha casa, eu vim daqui, eu vim do Contender. Dana, pode me colocar pra lutar em Las Vegas todos os dias."


Confira os resultados do UFC Vegas 11:


CARD PRINCIPAL

Colby Covington venceu Tyron Woodley por nocaute técnico aos 1m19s do quinto round; Donald Cerrone e Niko Price empataram por decisão majoritária (29-27, 28-28, 28-28); Khamzat Chimaev venceu Gerald Meerschaert por nocaute aos 17s do primeiro round; Johnny Walker venceu Ryan Spann por nocaute aos 2m43s do primeiro round; Mackenzie Dern venceu Randa Markos por finalização (chave de braço) aos 3m44s do primeiro round; Kevin Holland venceu Darren Stewart por decisão dividida (29-28, 28-29, 29-28);


CARD PRELIMINAR

David Dvorak venceu Jordan Espinosa por decisão unânime (triplo 30-27); Damon Jackson venceu Mirsad Bektic por finalização (guilhotina) aos 1m21s do terceiro round; Mayra 'Sheetara' venceu Mara Romero Borella por finalização (chave de braço) aos 2m29s do primeiro round; Jessica-Rose Clark venceu Sarah Alpar por nocaute técnico aos 4m21s do terceiro round; Darrick Minner venceu TJ Laramie por finalização (guilhotina) aos 52s do primeiro round; Randy Costa venceu Journey Newson por nocaute aos 41s do primeiro round; Andre Ewell venceu Irwin Rivera por decisão dividida (29-28, 28-29, 29-28); Tyson Nam venceu Jerome Rivera por nocaute técnico aos 34s do segundo round.


6 visualizações

​​​​© 2020 desenvolvido por Market21 Comunicação - Todos os direitos reservados