UFC Norfolk: Deiveson Figueiredo vence mas não fatura cinturão inédito

Brasileiro nocauteou Joseph Benavidez no segundo round porém estava inelegível para conquistar o cinturão Peso-Mosca do UFC pois falhou no corte de peso e não atingiu os pré-requisitos para conquistar o título. Atuação no entanto é digna de um campeão do UFC.

Deyveson Figueiredo nocauteia Joseph Benavidez no segundo round (Foto Reprodução UFC)

Na noite do último sábado (29) aconteceu o UFC Norfolk com disputa de cinturão dos Peso-Mosca Masculino na luta principal. Joseph Benavidez (1°) enfrentou o "Deus da Guerra" Deiveson Figueiredo (3°) no evento principal da noite em luta que determinaria o novo campeão da categoria tendo em vista que Henry Cejudo abriu mão do cinturão, porém o combate sofreu um grande golpe ainda na sexta-feira quando o Brasileiro falhou na tentativa de atingir o peso para a luta tendo assim de abrir mão de parte de sua bolsa, porém o maior problema para a organização viria através de uma cláusula de contrato: Se o atleta falhar ao bater peso em uma luta pelo título, este mesmo atleta estará inelegível para a conquista do cinturão.


Isso abriu uma oportunidade sem precedentes no UFC pois em caso de vitória de Deiveson Figueiredo, Dana White estaria impossibilitado de coroar um novo campeão Peso-Mosca e o cinturão permaneceria vago e foi exatamente isto o que aconteceu.


O combate iniciou de forma bem intensa com ambos atletas buscando tocar o adversário mas foi Benavidez quem tomou a iniciativa e partiu para o seu jogo de wresteling e aplicou uma queda no brasileiro que rapidamente utilizou de seu jiu-jitsu afiado para atacar um triângulo invertido e logo após efetuou uma transição para uma chave de braço. Foi o suficiente para o adversário repensar sua estratégia de luta de chão.


No segundo round ambos lutadores iniciaram de forma bem agressiva e buscaram mais a trocação do que a luta agarrada e neste quesito é onde o brasileiro mais se destaca e aos 1m e 54 segundos do 2° round Deiveson Figueiredo nocauteou o adversário.


Após boa trocação entre ambos o brasileiro acidentalmente acertou uma cabeçada em Benavidez que fez o lutador recuar e logo em seguida o brasileiro aplicou um golpe preciso que fez o desafiante desabar de costas no chão e bastou alguns golpes para que o árbitro tivesse de interromper o combate e declarar Deiveson o vencedor.


Uma atuação digna de campeão porém a oportunidade de levantar o cinturão pela primeira vez ficou para outra ocasião.


Na entrevista pós combate ainda no octógono Deiveson Figueiredo agradeceu aos fãs, se desculpou por não atingir o peso ideal e pediu nova chance de disputa de cinturão para o UFC.


Confira resultados do UFC Norfolk:


CARD PRINCIPAL Deiveson Figureiredo venceu Joseph Benavidez por nocaute técnico aos 1m54s do 2º round; Felicia Spencer venceu Zarah Fairn dos Santos por nocaute técnico aos 3m37s do 1º round; Magomed Ankalaev venceu Ion Cutelaba por nocaute aos 38s do 1º round; Megan Anderson venceu Norma Dumont por nocaute aos 3m31s do 1º round; Grant Dawson venceu Darrick Minner por finalização (mata-leão) aos 1m38s do 2º round;


CARD PRELIMINAR Kyler Phillips venceu Gabriel Silva por decisão unânime (triplo 30-27); Brendan Allen venceu Tom Breese por nocaute técnico aos 4m47s do 1º round; Marcin Tybura venceu Serghei Spivac por decisão unânime (30-27, 30-27, 29-28); Luis Peña venceu Steve Garcia por decisão unânime (triplo 30-27); Jordan Griffin venceu TJ Brown por finalização (guilhotina) aos 3m38s do 2º round; Spike Carlyle venceu Aalon Cruz por nocaute técnico aos 1m25s do 1º round; Sean Brady venceu Ismail Naurdiev por decisão unânime (29-28, 29-28, 30-27);



6 visualizações

​​​​© 2020 desenvolvido por Market21 Comunicação - Todos os direitos reservados