UFC: Deiveson Figueiredo conquista cinturão peso-mosca

Brasileiro deu um show e atropelou adversário para enfim conquistar seu cinturão peso-galo do UFC. Jack Hermansson e Ariane Lipski vencem seus duelos com finalizações brilhantes.

Deiveson Figueiredo dominou Joseph Benavidez e faturou tão sonhado cinturão (Foto Divulgação UFC)

Sábado (18) aconteceu o UFC Fight Island 2 com direito a disputa do cinturão peso-galo no evento principal com presença do brasileiro Deiveson Figueiredo enfrentando Joseph Benavidez pela segunda vez.


Na primeira oportunidade, Deiveson não conseguiu atingir o peso ideal para o confronto e perdeu a oportunidade de conquistar o cinturão mesmo em caso de vitória e foi exatamente o que aconteceu, o brasileiro nocauteou Benavidez no segundo round mas não atingiu o tão desejado sonho.


Na revanche entre ambos, o brasileiro aplicou uma das maiores surras já vistas em uma disputa de cinturão na história do UFC, dominando completamente o adversário, aplicando três knockdowns com três poderosos golpes e aproveitou um já abalado adversário para ganhar as costas e o colocar para dormir com um mata-leão brutal.


Deiveson Figueiredo conquista assim seu cinturão peso-galo que antes pertencia a Henry Cejudo e temos agora oficialmente dois campeões ocupando o lugar do aposentado Cejudo.


Jack Hermansson x Kelvin Gastelum

Jack Hermansson finalizou Kelvin Gastelum ainda no primeiro round (Foto Divulgação UFC)

Na segunda luta mais importante da noite tivemos um duelo pelo peso-médio do UFC com dois atletas que buscavam se credenciar para uma eventual disputa de cinturão contra o vencedor de Israel Adesanya e Paulo Costa que devem se enfrentar no dia 19 de setembro pelo UFC 253.


Jack Hermansson saiu vencedor do combate de maneira surpreendente pois finalizou ainda no primeiro round o favorito Kelvin Gastelum com uma chave de tornozelo extremamente precisa se colocando assim como um dos próximos desafiantes ao cinturão.


Ariane Lipski x Luana Carolina

Ariane Lipski venceu a compatriota Luana Carolina com golpe espetacular (Foto Divulgação UFC)

Outro grande destaque da noite foi a batalha entre duas brasileiras no card principal que terminou de maneira espetacular e pouco provável, uma finalização como contra-golpe a outra finalização.


O confronto começou de maneira intensa com Luana Carolina demonstrando toda sua capacidade de luta no chão buscando rapidamente uma chave de panturrilha em Ariane Lipski que havia prometido uma atitude diferente em relação a sua última luta e a promessa foi cumprida quando Ariane encontrou uma brecha na tentativa de finalização de Luana e aplicou uma chave de joelho raríssima no MMA para encerrar o combate com apenas 1 minuto e 28 segundos do primeiro round.


Confira os resultados do UFC Fight Island 2:


CARD PRINCIPAL

Deiveson Figueiredo venceu Joseph Benavidez por finalização (mata-leão) aos 4m48s do 1º round; Jack Hermansson venceu Kelvin Gastelum por finalização (chave de calcanhar) a 1m18s do 1º round; Rafael Fiziev venceu Marc Diakiese por decisão unânime (30-27, 29-28, 29-28); Ariane Lipski venceu Luana Carolina por finalização (chave de joelho) a 1m28s do 1º round; Askar Askarov venceu Alexandre Pantoja por decisão unânime (29-28, 29-28, 29-28).


CARD PRELIMINAR

Roman Dolidze venceu Khadis Ibragimov por nocaute aos 4m15s do 1º round; Grant Dawson venceu Nad Narimani por decisão unânime (30-26, 30-27, 29-27); Joel Álvarez venceu Joe Duffy por finalização (guilhotina) aos 2m25s do 1º round; Brett Johns venceu Montel Jackson por decisão unânime (29-28, 29-28, 29-28); Amir Albazi venceu Malcolm Gordon por finalização (triângulo) aos 4m42s do 1º round; Arman Tsarukyan venceu Davi Ramos por decisão unânime (30-27, 30-27, 29-28); Serghei Spivac venceu Carlos Felipe por decisão majoritária (28-28, 29-27, 29-27).

26 visualizações

​​​​© 2020 desenvolvido por Market21 Comunicação - Todos os direitos reservados