UFC DC: Rozenstruik vence com nocaute incrível faltando 4 segundos

Jairzinho Rozenstruik aplica nocaute insano em Alistair Overeem em luta que estava perdendo por pontos faltando apenas 4 segundos para final do combate e protagoniza uma das cenas mais chocantes na história do UFC. Thiago Pitbull perde, Virna Jandiroba finaliza e Marina Rodriguez e Cynthia Calvillo empatam.


Jairzinho Rozenstruik, 4 vitórias por nocaute em 4 lutas no UFC (Foto Reprodução UFC)

O UFC DC entrou para a história no último sábado (7) por um motivo bem peculiar após nocaute insano aplicado pelo lutador do Suriname Jairzinho Rozenstruik no veterano holandês Alistair Overeem, um dos maiores e mais feios cortes já vistos.


Alistair Overeem vencia o combate utilizando de uma inteligente estratégia de evitar a trocação e encurtar a distância para aplicar a queda e manter o combate no chão. Estratégia deu muito certo pois a vitória era clara por parte do gigante holandês porém ao apagar das luzes, Overeem ouvindo o sinal dos últimos dez segundos começou a recuar com as mãos baixas esperando o final do combate mas esqueceu de combinar com o adversário nocauteador que em seu último suspiro de esperança no combate aplicou um soco de esquerda encontrando a distância e literalmente voou em direção ao oponente e acertou a mão direita certeira nos lábios de Overeem. O nocaute foi claro, porém até o juiz Dan Miragliotta se assustou com o golpe e demorou para assimilar o que havia ocorrido.


A este ponto, Jairzinho Rozenstruik já havia dado as costas a seu oponente sentado no chão pois sabia a potência do golpe aplicado. O resultado do golpe foi o que colocou o evento e o combate na história, pois o corte no lábio do holandês foi tão grande que chocou o mundo todo.


Ao final do combate o vencedor desafiou outro nocauteador dos peso pesados, Francis Ngannou que respondeu via rede social de maneira respeitosa mas não aceitou o desafio pois deve estar em negociações para enfrentar Alexander Volkov em 2020.


UFC DC: Soco que definiu combate do evento principal (Foto Reprodução UFC)

Trio brasileiro entrou em ação na mesma noite e os combates tiveram finais bem distintos.


Thiago Pitbull enfrentou Tim Means e foi derrotado no primeiro round do combate ao receber um knockdown após trocação de golpes. O norte americano aproveitou a situação e encaixou uma guilhotina muito justa e definiu o combate. Quarta derrota nas últimas cinco lutas por parte do brasileiro. Sinal de alerta ligado após o UFC liberar o também brasileiro Renan Barão da organização após consecutivas derrotas.



Brasileira Virna Jandiroba consegue primeira vitória no UFC (Foto Reprodução UFC)

Virna Jandiroba enfrentou a estreante Mallory Martin no card preliminar e venceu a oponente com certa facilidade no segundo round do combate. Com um mata leão muito justo, Virna Jandiroba conseguiu sua primeira vitória no UFC após estréia com derrota em seu último combate. A brasileira impressionou com seu jiu-jitsu e deve ganhar mais importância no evento em 2020.


A brasileira Marina Rodriguez enfrentou Cynthia Calvillo na penúltima luta da noite que terminou com resultado que frustrou ambas lutadoras, um empate majoritário por parte dos três juízes do combate. A luta foi muito movimentada e equilibrada porém nenhuma das duas lutadoras esperavam pelo anúncio. A curiosidade fica por parte da brasileira que em três lutas no UFC obteve dois empates.


O UFC retorna no próximo sábado com três disputas de cinturão no UFC 245.




5 visualizações

​​​​© 2020 desenvolvido por Market21 Comunicação - Todos os direitos reservados