UFC 251: Usman e Volkanovski mantém cinturões e Petr Yan nocauteia José Aldo

Kamaru Usman vence por unanimidade Jorge Masvidal, Alexander Volkanovski supera Max Holloway em decisão polemica dos juízes e Petr Yan nocauteia José Aldo e conquista cinturão vago do peso-galo.

Kamaru Usman utilizou de seu wresteling para superar Jorge Masvidal e manter cinturão (Foto Divulgação UFC)

Na noite do último sábado aconteceu o primeiro evento da organização na "ilha da luta" localizada em Abu Dhabi. O UFC 251 teve três cinturões em jogo e diversos brasileiros competindo na exótica localização escolhida por Dana White e o evento teve um pouco de tudo, decisão controversa entre Volkanovski e Holloway, domínio por parte de Usman, nocaute sofrível por parte de José Aldo, luta da noite entre Jessica Andrade e Rose Namajunas e performance incrível de Amanda Ribas.


Kamaru Usman x Jorge Masvidal


Evento principal da noite contou com a disputa de cinturão peso meio-médio entre o atual campeão Kamaru Usman e o substituto do brasileiro Gilbert Burns, Jorge Masvidal.


Como era de esperar, o atual campeão da categoria cuja principal característica é o wresteling evitou a trocação de golpes com o perigoso adversário e procurou capitalizar através do jogo de clinchs e derrubadas para superar o adversário e manter seu cinturão.


Usman utilizou da técnica dos pisões no pé, pressão na grade e eventuais quedas para minar o gás de seu adversário e teve atuação cirúrgica para frustrar Masvidal e vencer por decisão unanime dos juízes. Ao final do combate ambos atletas demonstraram respeito um pelo outro e prometeram se reencontrar em 2021, ambos com mais tempo de preparação.


Alexander Volkanovski x Max Holloway

Alexander Vokanovski manteve seu cinturão por decisão dividida dos juízes (Foto Divulgação UFC)

Este confronto se tratou de uma revanche e colocou em jogo o cinturão peso-pena da organização que tem como atual campeão Alexander Volkanovski porém a decisão dos juízes gerou muita indignação por parte da comunidade do MMA.


Max Holloway se mostrava mais eficiente que o campeão na trocação de golpes e claramente venceu os dois primeiros rounds do confronto forçando Volkanovski a correr atrás do resultado nos últimos dois rounds em que conseguiu efetuar derrubadas e causou dano através de seu ground pound.


A controvérsia da noite aconteceu na marcação dos juízes durante o terceiro round onde para a surpresa de muitos, viram uma vitória por parte de Volkanovski ao invés de Holloway.


Fãs, mídia e o próprio Dana White se mostraram frustrados pela decisão dos árbitros pois na visão deles Max Holloway foi superior consolidando assim sua vitória porém ao final do combate dois dos três árbitros do combate anotaram 48-47 para o atual campeão que manteve seu cinturão e conquistou sua segunda vitória contra Holloway tornando assim um terceiro combate muito improvável.


Petr Yan x José Aldo

Russo Petr Yan venceu brasileiro José Aldo por nocaute no quinto round do confronto (Foto Divulgação UFC)

Terceiro combate mais importante da noite colocou dois atletas para a disputa do cinturão vago do peso-galo após aposentadoria do ex-campeão Henry Cejudo.


Petr Yan e José Aldo realizaram uma excelente luta durante os quatro primeiros rounds, trabalhando muito bem suas armas e causando muito dano um ao outro através de sua trocação. O brasileiro mostrou que ainda tem muito a oferecer ao UFC não deixando nada a desejar contra um dos mais perigosos atletas da categoria porém no quinto round Petr Yan conseguiu derrubar Aldo e castigou a lenda brasileira com um ground pound violento causando a ira de muitos que assistiam o evento pois o árbitro do combate poderia ter interrompido a luta mais cedo.


Petr Yan conquista assim seu primeiro cinturão do UFC e se coloca no topo de uma divisão cheia de talentos como Marlon Moraes, Aljamain Sterling, Cody Garbrandt, Dominick Cruz dentre outros.


Jessica Andrade perde e Amanda Ribas impressiona!


O card principal contou com duas brasileiras enfrentando duras adversárias mas ambos combates tiveram roteiros e finais completamente distintos.


Jessica Andrade teve sua revanche contra Rose Namajunas e ambas atletas tiveram uma atuação magnífica inclusive sendo premiadas como o combate da noite porém a brasileira sofreu a derrota por decisão dividida dos juízes do combate abrindo assim espaço para um terceiro duelo entre ambas em um futuro próximo.


Amanda Ribas impressionou novamente e segue invicta no UFC após finalizar com uma chave de braço Paige VanZant ainda no primeiro round do combate. A brasileira vem subindo no ranking da categoria e demonstra a cada atuação que pertence ao topo da categoria e deve receber chance contra uma adversária do top 10 muito em breve.


Confira os resultados do UFC 251:


CARD PRINCIPAL

Kamaru Usman venceu Jorge Masvidal por decisão unânime (50-45, 50-45, 49-46); Alexander Volkanovski venceu Max Holloway por decisão dividida (47-48, 48-47, 48-47); Petr Yan venceu José Aldo por nocaute técnico aos 3m24s do 5º round; Rose Namajunas venceu Jéssica Andrade por decisão dividida (29-28, 28-29, 29-28); Amanda Ribas venceu Paige VanZant por finalização (chave de braço) aos 2m21s do 1º round.


CARD PRELIMINAR

Jiri Prochazka venceu Volkan Oezdemir por nocaute aos 49s do 2º round; Muslim Salikhov venceu Elizeu Capoeira por decisão dividida (30-27, 29-29, 29-28); Makwan Amirkhani venceu Danny Henry por finalização (triângulo de mão) aos 3m15s do 1º round; Leonardo Santos venceu Roman Bogatov por decisão unânime (29-26, 29-26, 29-26); Marcin Tybura venceu Maxim Grishin por decisão unânime (30-27, 30-27, 30-26); Raulian Paiva venceu Zhalgas Zhumagulov por decisão unânime (29-28, 29-28, 29-28); Karol Rosa venceu Vanessa Melo por decisão unânime (30-26, 30-26, 30-27); Davey Grant venceu Martin Day por nocaute aos 2m38s do 3º round.



0 visualização

​​​​© 2020 desenvolvido por Market21 Comunicação - Todos os direitos reservados