UFC 251: Quatro brasileiros devem inaugurar "Ilha da Luta" em julho

UFC anunciou localização e primeiro card da "Ilha da Luta" com a presença de quatro brasileiros no card principal. Amanda Ribas e Jessica Andrade conhecem adversárias enquanto Gilbert Burns e José Aldo recebem chance de disputa de cinturão.

"Ilha da Luta" foi promessa que se concretizou esta semana com direito a 4 eventos em julho (Foto Divulgação UFC)

No início da quarentena mundial como prevenção ao vírus da Covid-19 em abril, Dana White anunciou sua intenção de alugar uma ilha para realizar eventos que envolvam lutadores que não residem nos E.U.A. devido ao banimento da entrada de estrangeiros por parte de muitos países impossibilitando assim a realização de combates como Khabib Nurmagomedov x Tony Ferguson, Léon Edwards x Kamaru Usman dentre outros combates que envolveriam a presença de atletas que não residem nos Estados Unidos.


O UFC providenciou a construção de uma arena dentro do seu complexo conhecido como APEX localizado em Las Vegas para continuar sediando eventos sem a presença do público e contando apenas com lutadores que residem no país porém os planos da "Ilha da Luta" ainda estavam em andamento e esta semana houve o anúncio oficial da localização, das datas e do primeiro card a ser realizado nela.


Quatro datas foram escolhidas somente no mês de julho incluindo o UFC 251 com direito a três cinturões na mesma noite. A grande notícia para os fãs brasileiros é a presença massiva de nossos atletas no card principal incluindo duas das três disputas de cinturões.

Brasileiros viram protagonistas do primeiro evento na "Ilha da Luta" em 11 de julho (Foto Divulgação UFC)

Kamaru Usman (C) x Gilbert Burns (1°) - Peso Meio-Médio


Duelo entre colegas de equipe confirmado após grande performance de Gilbert Burns contra o ex-campeão Tyron Woodley em seu último combate. Brasileiro venceu suas últimas cinco lutas na categoria e recebe tão sonhada oportunidade pelo título contra Kamaru Usman que venceu Colby Covington em sua última aparição.

Kamaru Usman x Gilbert Burns pelo peso meio-médio do UFC (Foto Divulgação UFC)

Alexander Volkanovski (C) x Max Holloway (1°) II - Peso-Pena


Revanche entre o ex-campeão da categoria Max Holloway e Alexander Volkanovski será a segunda luta mais importante da noite. O atual campeão venceu o primeiro duelo entre os dois pelo UFC 245 que aconteceu em dezembro de 2019 e desde então ambos atletas aguardavam por esta nova oportunidade de se enfrentarem.

Alexander Volkanovski x Max Holloway pelo peso-pena do UFC (Foto Divulgação UFC)

Petr Yan (3°) x José Aldo (6°) - Peso-Galo


Confronto pelo cinturão vago da categoria peso-galo após aposentadoria do ex-campeão Henry Cejudo. Petr Yan que possui um cartel de 14 vitórias e apenas 1 derrota em sua carreira enfrenta o ex-campeão e lenda brasileira José Aldo que possui um cartel de 28 vitórias e 6 derrotas na carreira. Vencedor defenderá cinturão contra Aljamain Sterling ainda em 2020.

Petr Yan x José Aldo pelo peso-galo do UFC (Foto Divulgação UFC)

Jessica Andrade (1°) x Rose Namajunas (2°) II - Peso-Palha Feminino


Revanche entre as duas atletas deve definir a próxima desafiante ao cinturão de Weili Zhang. No primeiro duelo a brasileira Jessica Andrade nocauteou Rose Namajunas com um bate-estaca, golpe característico da ex-campeã.

Jessica Andrade x Rose Namajunas pelo peso-palha feminino do UFC (Foto Divulgação UFC)

Amanda Ribas x Paige VanZant - Peso-Mosca Feminino


Duelo esperado por ambas atletas há muito tempo acontecerá pelo peso-mosca feminino, categoria que tem como atual campeã Valentina Shevchenko. Nenhuma das atletas figuram entre o Top-15 da categoria atualmente.

Amanda Ribas x Paige VanZant pelo peso-mosca feminino do UFC (Foto Divulgação UFC)

O evento acontece em 11 de julho e terá transmissão exclusiva do Canal Combate para os fãs brasileiros.

6 visualizações

​​​​© 2020 desenvolvido por Market21 Comunicação - Todos os direitos reservados