UFC 2020: Ano promete ser complicado para os atuais campeões do mundo

Com promessas de grandes lutas e alguns combates já definidos, o ano de 2020 promete ser um dos melhores da história em termos de alternância de campeões. Jon Jones e Khabib Nurmagomedov já possuem adversário e data marcada enquanto outros aguardam apenas anúncio em acordos que já parecem bem costurados.

Todos os atuais campeões mundiais do UFC (Foto Reprodução @BigMarcel24)

A ano de 2020 chegou e com ele a esperança de grandes lutas e momentos históricos para o UFC. O ano de 2019 foi marcado por muitas defesas de cinturões porém novos campeões foram formados estimulando assim o imaginário de todo fã de MMA com possíveis lutas que entrariam para a história do evento.


Vamos listar os campeões e seus desafios para 2020.


Peso Pesado: Stipe Miocic


Considerado o maior peso pesado da história do UFC, Stipe Miocic recuperou seu cinturão das mãos de Daniel Cormier após um nocaute surpreendente. Foi cogitada a possibilidade de enfrentar o campeão dos Meio-Pesados Jon Jones e até o campeão mundial de Boxe Tyson Fury mas o que deve realmente acontecer é a trilogia Miocic vs Cormier tendo em vista que ambos possuem uma vitória sobre o outro em disputas de cinturão. Não temos data anunciada até o momento.


Peso Meio-Pesado: Jon Jones


Após vitória em seu último combate contra o brasileiro Thiago Marreta, Jon Jones chegou a cogitar um combate contra o campeão dos médios Israel Adesanya e até contra o campeão dos pesados Stipe Miocic mas o que realmente aconteceu foi a permanência de Bones nos meio-pesados. Sua próxima luta será contra Dominick Reyes no dia 9 de fevereiro.


Peso Médio: Israel Adesanya


Coroado campeão da categoria em 2019 após nocaute em Robert Whittaker, o excêntrico e dinâmico Israel Adesanya foi alçado ao status de estrela do UFC e deve ter um ano bem difícil pela frente. O desafiante natural seria o brasileiro Paulo Costa porém o mesmo se contundiu e retorna apenas em maio/2020. Ainda sem anúncio oficial, o desafiante deve ser Yoel Romero atual numero 3 do ranking. Ambos lutadores já confirmaram interesse no combate via rede social.


Peso Meio-Médio: Kamaru Usmán


O atual campeão da categoria teve de defender seu cinturão recentemente contra Colby Covington em duelo que saiu vitorioso após nocaute no quinto round. Ainda é cedo para especularmos o próximo combate do atual campeão mas alguns nomes surgem naturalmente como Jorge Masvidal e Leon Edwards, ambos em excelente fase dentro do UFC.


Peso Leve: Khabib Nurmagomedov


Invicto há 28 combates, o russo Khabib Nurmagomedov cogita uma aposentadoria em breve mas antes deve enfrentar o único lutador da categoria que ele ainda não enfrentou, o perigosíssimo Tony Ferguson. Duelo já foi marcado em quatro ocasiões diferentes porém sempre foi cancelado por diversos motivos. O duelo pelo cinturão está marcado para o dia 09 de março. Em caso de vitória do russo podemos ver a aposentadoria do campeão mais dominante da história do MMA.


Peso Pena: Alexander Volkanovski


Recém coroado campeão após vencer Max Holloway em dezembro/2019, Alexander Volkanovski surpreendeu o mundo com esta vitória em cima de um dos maiores campeões da história do UFC. É bem cedo para especular a próxima luta do campeão mas 3 nomes que surgem em qualquer lista são os de Zabit Magomedsharipov, Chang Sung Jung e Yair Rodriguez, porém a revanche com Holloway não é descartada pelo equilíbrio no último combate entre ambos.


Peso Galo e Peso Mosca: Henry Cejudo


Atual campeão de duas categorias diferentes, o medalhista de ouro olímpico Henry Cejudo não entra em ação desde sua vitória em cima do brasileiro Marlon Moraes pelo peso galo. Ativo nas mídias sociais, Cejudo desafiou muita gente em 2019 porém o mais recente é a lenda José Aldo que desceu de categoria para enfrentar Marlon Moraes mas acabou derrotado na decisão dos juízes. Duelo pode acontecer tendo em vista o interesse de ambos se enfrentarem.


Na categoria peso mosca, nenhum adversário foi definido até o momento. Joseph Benavidez é o desafiante número 1 no ranking e se coloca como principal ameaça ao cinturão da categoria. Agora resta ver como o UFC vai administrar as duas categorias em 2020.


Peso Pena e Peso Galo Feminino: Amanda Nunes


Atual campeã de duas categorias no UFC, a brasileira Amanda Nunes segue vencendo e dando show em seus combates. Venceu no UFC 245 a duríssima Germaine De Randamie em luta estratégica e manteve o cinturão peso galo do UFC. Aspen Ladd e Holly Holm surgem como naturais desafiantes ao cinturão porém o desejo da brasileira é enfrentar alguém no peso pena. O curioso é que não existe ranking desta categoria, logo, fica difícil fazer prognósticos sobre as desafiantes. A brasileira Cyborg atualmente no Bellator propôs um cruzamento entre organizações para tentar uma revanche contra Amanda porém a ideia me parece mais fantasia de fã do que realmente uma possibilidade. Aguardemos.


Peso Mosca Feminino: Valentina Shevchenko


A Ucraniana venceu seu último combate contra Katlyn Chookagian e aguarda adversária. Jessica Eye e Joanne Calderwood são as prováveis desafiantes ao cinturão porém não podemos descartar a possibilidade da brasileira Jennifer Maia receber uma chance. Valentina tem sido tão dominante em suas lutas que se tornou complicado agendar lutas para a atual campeã. Foi cogitada uma luta entre campeãs com Amanda Nunes porém a brasileira não estaria disposta a descer de categoria. Valentina teria de ganhar peso e enfrentar uma oponente maior e mais forte. Duelo dos sonhos dos fãs dificilmente deve acontecer.


Peso Palha Feminino: Zhang Weili


A chinesa que chocou o mundo em 2019 ao nocautear com extrema facilidade a ex-campeã e brasileira Jessica Andrade deve ter um ano de 2020 bem agitado com inúmeras possibilidades de lutas. Tatiana Suarez, Joanna Jedrzejczyk e Nina Ansaroff surgem como desafiantes naturais porém o duelo que todos aguardam é com a ex-campeã da categoria Rose Namajunas. Para o anúncio, o UFC deve estar aguardando apenas o interesse de Rose Namajunas que manifestou desejo de se aposentar após ser derrotada por Jessica Andrade em 2019. Combate faz muito sentido tendo em vista que Rose dominava a categoria até 1 ano atrás.


O ano de 2020 promete!

0 visualização

​​​​© 2020 desenvolvido por Market21 Comunicação - Todos os direitos reservados