Sesc RJ vence Dentil/Praia Clube e conquista a Copa do Brasil

Equipe do Rio de Janeiro comemorou o seu quarto título da competição

Foto: William Lucas/Inovafoto/CBV

O Sesc RJ é campeão da Copa Brasil feminina de vôlei pela quarta vez. No último sábado (1), o time carioca superou o Dentil/Praia Clube (MG), de virada, por 3 sets a 1 (18/25, 25/21, 25/23 e 25/23), em Jaraguá do Sul (SC). A partida foi marcada por grande atuação da oposta Tandara, que quebrou o recorde de pontos em uma competição sob a chancela da Confederação Brasileira de Voleibol (CBV), com 40 acertos. O público, mais uma vez, lotou a Arena Jaraguá, que contou com 9.000 torcedores prestigiando a decisão.


Para chegar à final, o Sesc RJ eliminou o Pinheiros (SP) na fase de classificação e o Sesi Vôlei Bauru (SP) na semifinal. Já o Dentil/Praia Clube passou pelo São Paulo/Barueri (SP) no primeiro compromisso e pelo Itambé/Minas (MG) na partida que deu vaga na grande final.


“Depois de muita dificuldade na minha vida, hoje tudo deu certo. Estou muito feliz no Sesc RJ. Consegui fazer o meu papel e mostrar o porquê da minha contratação. Tenho que agradecer ao Sesc RJ, ao Harry (supervisor), ao Bernardo e as minhas companheiras pela força e a confiança em todos os momentos”, disse Tandara que ainda destacou a força do grupo carioca.


“Foi uma conquista muito importante. É a nossa segunda final do ano, nosso segundo título e está todo mundo emocionado. Conseguimos reverter em quadra um primeiro set onde não vimos a cor da bola. Tenho certeza de que a união do time foi mais forte, foi determinante. Eu consegui chamar a responsabilidade, fazer o meu papel, que é virar bola. É o meu trabalho. Agora vamos comemorar porque terça já temos que virar a chave para entrar em quadra pela Superliga”, afirmou.


Outro destaque da partida, a ponteira Amanda analisou o duelo e falou sobre a dificuldade de enfrentar o Dentil/Praia Clube.


“A gente trabalha tanto, muito, e quando em um jogo como esse, uma vitória como essa, sabemos que estamos no caminho certo. Essas vitórias servem para isso também. Saímos de uma situação muito difícil, no primeiro set, e diante de uma equipe espetacular como o Praia Clube. Sei como o trabalho é bom lá, estive lá há pouco tempo. Por aqui, temos uma equipe nova, mudou muito, mas a filosofia se manteve a mesma. É um time muito tradicional. Estou muito feliz de ter voltado e ainda mais feliz em já ter conquistado um título como esse”, ressaltou.


A Copa Brasil voltou a ser disputada em 2014, e esta foi a sétima edição seguida. Em 2019, os campeões foram Itambé/Minas (MG) no feminino, e Sada Cruzeiro (MG) no masculino.

1 visualização

​​​​© 2020 desenvolvido por Market21 Comunicação - Todos os direitos reservados