Judô: Covid-19 causa cancelamento de ao menos quatro Grand Prix

Federação Internacional de Judô anunciou o cancelamento de todas competições internacionais até o dia 30 de Abril deste ano dentre eles quatro Grand Prix que distribuem até 1.000 pontos no ranking mundial que classifica para os Jogos Olímpicos de Tóquio 2020.

Ao todo serão nove competições canceladas devido ao surto do Covid-19 (Foto IJF)

Na noite deste segunda-feira (09) a Federação Internacional de Judô (IJF) anunciou através de nota oficial o cancelamento de todas competições internacionais que seriam realizadas até o dia 30 de Abril deste ano incluindo quatro importantíssimos Grand Prix que distribuiriam até 1.000 pontos no ranking mundial em cada um deles.


O motivo deste anúncio e desta medida drástica ser tomada por parte da IJF é o surto do vírus conhecido como Covid-19 que assola o mundo e finalmente começa a afetar as principais competições esportivas de diversas modalidades.


Com anúncios de suspensão de jogos de futebol na Itália, partidas sem público na Champions League de Futebol, torneios de Jiu-Jitsu sendo alterados para evitar viagem de atletas e até com o provável adiamento dos jogos olímpicos deste ano, coube a Federação Internacional tomar a difícil mas acertada decisão de suspender temporariamente os eventos pela segurança do público, dos atletas e de suas comissões técnicas.


Através de seu website oficial a Confederação Brasileira de Judô (CBJ) anunciou que já providenciou o retorno dos atletas e cancelou a viagem que levaria toda a delegação brasileira para a Rússia nesta terça-feira (10).


Confira abaixo a nota oficial da IFJ em relação ao ocorrido: (Fonte CBJ)


"À luz dos contínuos e novos desdobramentos na crise do COVID-19 e da deterioração da situação em muitos países, as viagens se tornaram cada vez mais arriscadas, assim como reuniões públicas.

Estamos na desconfortável posição em que devemos tomar uma decisão drástica para proteger a família do judô e também cumprir as medidas gerais de segurança em todo o mundo.

O Comitê Executivo da IJF tomou a decisão emergencial de cancelar com efeito imediato todos os eventos de qualificação olímpica no calendário da IJF até 30 de abril de 2020. Isso inclui o Grand Slam de Ekaterinburg, na Rússia, os Grand Prix em Tbilisi (GEO) e Antalya (TUR) e os eventos continentais.

Infelizmente, a situação agora é perigosa e crítica sob muitos pontos de vista. É de suma importância manter a família do judô segura nesses tempos difíceis e também garantir chances justas para todos os atletas envolvidos na qualificação olímpica.


As decisões são as seguintes:

- os pontos obtidos pelos atletas até hoje, 9 de março, são válidos - com exceção do Grand Prix de Rabat, que não ocorreu - A IJF congela o calendário da IJF e todos os torneios de qualificação olímpica até 30 de abril de 2020, começando com o Grand Slam de Ekaterinburg - A IJF pretende manter o Grand Slam de Baku e o Masters de Doha (Qatar) como planejado, desde que a situação global da saúde melhore - Em junho, o Grand Prix de Budapeste se tornará Grand Slam." Veja a nota original em ijf.org 



11 visualizações

​​​​© 2020 desenvolvido por Market21 Comunicação - Todos os direitos reservados