Ginástica Rítmica do Brasil encerra participação no GP de Moscou e faz balanço positivo

Na primeira competição da temporada 2020, Seleção Brasileira de conjunto comemora as melhores notas do ciclo no evento realizado na Rússia

Foto: CBG


A Seleção Brasileira de conjunto de Ginástica Rítmica encerrou no último domingo (9) sua participação no Grand Prix de Moscou, primeira competição da temporada 2020, que tem como principal objetivo a participação no Pan-Americano Pré-Olímpico, última oportunidade de classificação do Conjunto para a Olimpíada de Tóquio/2020.


A equipe brasileira disputou as finais por aparelho. Na prova das cinco bolas, o Brasil terminou em sexto lugar. Já na série mista (três arcos e dois pares de maças), as meninas brasileiras acabaram na quinta posição.


As brasileiras finalizaram a competição geral no sábado (8) também em quinto lugar, com 52,500. Neste total, está incluída a melhor nota obtida pela Seleção no atual ciclo olímpico, com os 26,400 na prova de cinco bolas realizada na sexta-feira (7).


Para a técnica da Seleção e coordenadora de seleções da CBG (Confederação Brasileira de Ginástica), Camila Ferezin, o saldo da campanha em Moscou foi positivo. “Estou muito satisfeita com o desempenho do conjunto do Brasil. Trabalhamos duro nos últimos meses para estarmos prontas para este desafio, logo no início do ano”, afirmou.


Camila também exaltou as ótimas notas nos dois primeiros dias do Grand Prix. “Estreamos bem, alcançamos as duas maiores notas do ciclo nas duas séries, o que mostra a nossa evolução. Iniciamos 2020 competindo já no início da temporada. Além disso, estreamos três ginastas nesse Grand Prix e uma coreografia nova, o que aumentou a responsabilidade da equipe e mesmo diante desses fatores, elas se saíram muito bem. Temos um grupo forte e focado, agora é treinar para que a execução da série seja cada vez mais perfeita”, analisou a técnica do Brasil.


Desde segunda-feira (10), a Seleção Brasileira iniciou um estágio de treinamento em Tel Aviv (Israel), até o próximo dia 21. A equipe disputará mais três competições antes do Pan-Americano, que acontecerá em maio, na cidade de Oren (EUA).


Seleção Brasileira no Grand Prix de Moscou


Ginastas

Andressa Wendel Jardim Beatriz Linhares Heloísa Bornal Maiara Cândido Maria Eduarda Arakaki Nicole Pircio Vitória Guerra


Treinadora

Camila Ferezin


Assistente

Bruna Rosa


Fisioterapeuta

José Nivaldo de Andrade Neto


Árbitra

Maria da Conceição Costa


Chefe de delegação

Bruna Rosa

1 visualização

​​​​© 2020 desenvolvido por Market21 Comunicação - Todos os direitos reservados