Florianópolis é uma das oito cidades mundiais que recebem a Fed Cup

Brasil enfrenta a Alemanha nos dias 7 e 8 de fevereiro, no Costão do Santinho Resort, em Florianópolis

Foto: Divulgação


Florianópolis vai se tornar uma das oito capitais mundiais do tênis a partir desse domingo (2). Isso porque a Ilha será sede da Copa do Mundo de tênis feminino, a Fed Cup, com o confronto entre Brasil e Alemanha nos dia 7 e 8 de fevereiro. A competição é entre países.


E o palco não poderia ser melhor: será no Costão do Santinho, onde a brasileira Teliana Pereira foi campeã do WTA de 2015, justamente na Arena que leva o nome do manezinho mais famoso, Gustavo Kuerten. Outro destaque da equipe brasileira é Luisa Stefani, promissora paulista de 22 anos que já ocupa a 66ª posição no ranking mundial de duplas (WTA).


Além de Teliana Pereira e Luisa Stefani, integram o Time Brasil da Fed Cup a gaúcha Gabriela Cé, a paulista Laura Pigossi e a também paulista Carolina Meligeni. Por causa das grandes atuações durante o Zonal Americano I, em fevereiro, Carol Meligeni foi premiada com o Heart Award, prêmio que reconhece o mérito da jogadora por sua entrega, raça e comprometimento ao defender o país em uma competição internacional.


Luisa Stefani e Carolina Meligeni foram medalha de bronze jogando duplas no Pan-Americano de Lima/2019 e Carol Meligeni também chegou à semifinal de simples. O comando da equipe fica por conta da capitã Roberta Burzagli.


Além do Brasil, o evento acontece no mesmo final de semana nos Estados Unidos, Holanda, Romênia, Espanha, Suíça, Bélgica e Eslováquia, valendo vagas na grande final, em abril, na Hungria. A entrada terá um valor simbólico: um quilo de alimento não perecível, a ser entregue nos dias dos confrontos.


As equipes brasileira e a alemã desembarcam na capital de Santa Catarina neste domingo (2) para os treinos de ambientação e ficam hospedadas no Resort Costão do Santinho.


Fonte: CBT

0 visualização

​​​​© 2020 desenvolvido por Market21 Comunicação - Todos os direitos reservados