Daniel Martins é ouro nos 400m em Lima e mantém invencibilidade de 4 anos na prova

Velocista estreia nos Jogos Parapan-Americanos e conquista medalha internacional que faltava para seu currículo

Foto: Gazeta Esportiva


O velocista Daniel Martins foi campeão nos 400m da classe T20 (deficientes intelectuais), na última terça-feira (27), no Estádio de Atletismo da Videna (Vila Deportiva Nacional).


O grande nome do dia foi Daniel Martins. Seu ouro veio com o tempo de 47s58. A prata foi para o equatoriano Anderson Colorado (47s96), acompanhado do venezuelano Luís Bolívar (49s01).


Danielzinho, como é conhecido, é deficiente intelectual, descobriu o esporte paralímpico em 2013. Desde que tornou-se atleta de alto rendimento, em 2015, ganhou todas as provas que disputou nos 400m. Foi bicampeão mundial em 2015, em Doha, Catar, e em 2017, em Londres, campeão paralímpico no Rio 2016, e em abril de 2019 estabeleceu novo recorde mundial da classe T20 para a distância, com 46s86. Esta marca é uma das melhores do Brasil num hipotético ranking entre atletas olímpicos e paralímpicos.


Nestes quatro anos, contudo, Danielzinho perdeu a janela para disputar o Parapan de Toronto, há quatro anos. Lima marcou sua estreia. Apesar do espetacular retrospecto internacional, foi difícil segurar a ansiedade pela medalha inédita em sua galeria.


“Estava muito ansioso, com muito frio na barriga. A psicóloga do CPB fez um trabalho comigo para eu dormir mais cedo, e eu consegui. Graças a Deus veio esta medalha, e era a que faltava na minha coleção: campeão Parapan-Americano”, comemorou o atleta de Marília, São Paulo.




1 visualização

​​​​© 2020 desenvolvido por Market21 Comunicação - Todos os direitos reservados