Ciclista que perdeu o braço em acidente volta ao esporte

Graças ao apoio de um novo patrocinador, David Souza pôde retomar a prática esportiva

Divulgação

O paraciclista David Sousa, de 27 anos, assinou essa semana um contrato de patrocínio com a Argo Seguros, seguradora especialista em bicicletas de alto valor agregado. A ideia da companhia é ajudá-lo a realizar seu sonho de se tornar um paratleta e trazer maior visibilidade para essa modalidade esportiva.


David foi atropelado enquanto ia para o trabalho, no dia 10 de março de 2013. O ciclista trafegava pela ciclofaixa de lazer da avenida Paulista quando foi atingido por um motorista que dirigia em alta velocidade. O acidente, que teve grande repercussão nacional na época, fez com que ele perdesse o braço direito. Como o membro foi posteriormente descartado em um rio, não houve a possibilidade de reimplante.


Passados mais de seis anos da tragédia, ele seguiu sua rotina de ciclista, mesmo sem nenhum apoio. Atualmente, ele trabalha fazendo entregas de bicicleta na cidade de São Paulo. Diariamente, ele pedala em torno de 150 Km, em média.


“David é um exemplo para todos nós. Mesmo após esse grave acidente, ele nunca abriu mão do seu sonho. Por isso, decidimos contratá-lo para que ele tenha condições de treinar e se dedicar exclusivamente ao esporte que ele também ama”, explica Newton Queiroz, CEO & presidente da Argo Seguros.


O próximo passo da seguradora agora é encontrar parceiros que ajudem o paraciclista na sua preparação. “Demos a ele o seguro da bicicleta e uma ajuda de custo, mas ainda é pouco para quem planeja viver do esporte. Uma outra empresa vai oferecer a manutenção da bike e o uniforme, mas ainda faltam outras coisas como nutricionista e alguém que o ajude nos treinos, no dia a dia e o leve às competições, por exemplo”, lembra Newton.


Aquelas empresas que quiserem contribuir com o projeto terão sua logomarca estampada em todo o material de comunicação e marketing.

​​​​© 2020 desenvolvido por Market21 Comunicação - Todos os direitos reservados