CBF apresenta nova treinadora do futebol feminino

Sueca Pia Sundhage concedeu sua primeira entrevista coletiva como comandante da Seleção


Crédito: Lucas Figueiredo/CBF

A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) apresentou nesta terça-feira (30/07) a nova técnica da Seleção Feminina de Futebol principal. Bicampeã olímpica à frente da seleção norte-americana, a sueca Pia Sundhage chega para substituir Vadão, demitido após a eliminação na última Copa do Mundo.


Pia terá como primeiro grande desafio preparar a equipe brasileira para as Olimpíadas de Tóquio, no Japão, em 2020. Antes, disputará um torneio amistoso no final do próximo mês de agosto, que será realizado no Estádio do Pacaembu, em SP, e que contará com Chile, Costa Rica e Argentina, além do Brasil.


Em entrevista coletiva realizada na sede da CBF, no Rio de Janeiro, a sueca se mostrou impressionada com a estrutura da Granja Comary e explicou as mudanças que pretende implementar na seleção. Segundo ela, o desafio será trazer o melhor dos estilos sueco e americano para o time brasileiro:


"Todos falam sobre como o estilo de ataque tem que ser modificado, mas precisamos de equilíbrio. Precisamos tomar conta do estilo de ataque, eu colocaria a mentalidade americana. Elas jogam não 90 minutos, mas 92 minutos. Apesar do ego grande, são as melhores em equipe. E na Suécia, que é defender a organização. Se eu conseguir trazer o melhor dos Estados Unidos e o melhor da Suécia, diria que vamos ter uma jornada interessante", ressaltou.


Nos próximos dias, Pia Sundhage deve voltar à Suécia a fim de resolver questões burocráticas e preparar sua mudança em definitivo para o Brasil.

0 visualização

​​​​© 2020 desenvolvido por Market21 Comunicação - Todos os direitos reservados