CBAt cria o Programa de Apoio a Treinadores e Atletas - Rumo a Tóquio 2020

Serão beneficiados com ajuda financeira mensal os treinadores e os atletas que se encontram entre os 16 mais bem colocados no Ranking Olímpico da IAAF, o que leva em consideração até três representantes por país


Divulgação/CBAt

A Confederação Brasileira de Atletismo (CBAt) anunciou a criação do Programa de Apoio a Treinadores e Atletas – Rumo a Tóquio 2020. O objetivo é apoiar os treinadores e atletas brasileiros mais bem colocados no Ranking Mundial Outdoor da Associação Internacional das Federações de Atletismo (IAAF), por meio de auxílio financeiro mensal, um suporte para a preparação aos Jogos Olímpicos de Tóquio 2020.


Os valores da ajuda financeira variam segundo a classificação do atleta no Ranking Olímpico, que leva em consideração no máximo três atletas por país na relação da IAAF. Serão adotados os seguintes critérios: A - 1ª a 8ª posições, B - 9ª a 12ª e C - 13ª a 16ª. O Programa foi elaborado para dar mais ênfase ao apoio a treinadores, em função do cenário atual em que existem programas de apoio a atletas, mas sem similaridade para com os treinadores.


Treinador - Atleta A - R$ 8.000,00 – R$ 3.200,00 B - R$ 6.400,00 – R$ 2.560,00 C - R$ 4.800,00 – R$ 1.920,00


Os treinadores e atletas que já recebem valores da CBAt tendo como fonte pagadora os recursos da Lei Agnelo/Piva, advindos do Comitê Olímpico do Brasil (COB), não serão beneficiados no Programa.


Para as provas de revezamentos, os valores serão multiplicados por 2 e divididos pelo número de atletas de cada equipe, levando-se em consideração as equipes classificadas para o Mundial de Doha, no Catar:


Treinador - Atleta A - R$ 3.200,00 – R$ 1.280,00 B - R$ 2.560,00 – R$ 1.024,00 C - R$ 1.920,00 – R$ 640,00


O Programa de Apoio a Treinadores e Atletas – Rumo a Tóquio 2020 tem recursos do Comitê Olímpico do Brasil (COB).


Treinadores contratados pelo CNDA

Depois o processo seletivo realizado no Centro Nacional de Desenvolvimento do Atletismo (CNDA), a Confederação Brasileira de Atletismo (CBAt), por meio de seu Comitê de Seleção de Profissionais, definiu os treinadores aptos a serem contratados pelo Centro: Jayme Netto Junior (velocidade), Clodoaldo Lopes do Carmo (meio-fundo e fundo), Dino de Aguiar Cintra Filho (saltos horizontais), Sanderlei Claro Parrela (velocidade prolongada) e Marcelo dos Santos Lima (velocidade com barreiras).

0 visualização

​​​​© 2020 desenvolvido por Market21 Comunicação - Todos os direitos reservados