Brasil vence República Dominicana e consegue quarta vitória na Copa do Mundo de Vôlei

Seleção brasileira feminina derrotou as dominicanas por 3 sets a 1 em Sapporo, no Japão

Foto: Divulgação/FIVB


A seleção brasileira feminina de vôlei conseguiu a quarta vitória na Copa do Mundo. Na madrugada desta segunda-feira (23), o Brasil venceu a República Dominicana por 3 sets a 1 (25/16, 23/25, 25/19 e 25/22), em 1h54 de jogo, em Sapporo, no Japão.


O time verde e amarelo disputará o último jogo em Sapporo na manhã desta terça-feira (24) contra o Japão.


Na classificação geral, o Brasil segue em sexto lugar, com 12 pontos (quatro vitórias e três derrotas). A China, que hoje venceu os Estados Unidos por 3 sets a 0 (25/16, 25/17 e 25/22), é a única equipe invicta e lidera a competição, com 20 pontos. As norte-americanas estão em segundo, com 17.


A ponteira Gabi foi a maior pontuadora do confronto, com 21 pontos. A oposta Lorenne, com 18 acertos, também se destacou na partida. Pelo lado da República Dominicana, a oposta Martinez foi quem mais pontuou, com 19 pontos.


Ao final do duelo, a oposta Lorenne comentou sobre a vitória do time verde e amarelo e elogiou a postura do grupo.


“Foi uma boa vitória. O jogo de hoje foi entre duas equipes que se conhecem bem e nossas partidas contra a República Dominicana são sempre equilibradas. Nosso saque funcionou e conseguimos quebrar o passe das dominicanas. Também gostei da atitude do time. A Copa do Mundo é uma competição longa e cada jogo é uma decisão. Agora vamos pensar no duelo contra o Japão”, disse.


O treinador José Roberto Guimarães falou da dificuldade de enfrentar a República Dominicana e destacou a importância do resultado.


“Fiquei feliz pela vitória. Sabíamos que seria uma partida difícil como tem sido todas contra a República Dominicana. Nosso time tem evoluído a cada jogo e se apresentou bem em alguns fundamentos. Estava preocupado com esse jogo porque ontem tivemos uma partida de cinco sets contra a China”, comentou José Roberto Guimarães, que ainda falou sobre o duelo contra o Japão.


“Agora vamos pensar no jogo contra o Japão que fez uma excelente partida diante dos Estados Unidos e valorizou cada ponto. Jogar contra o Japão é sempre muito complicado pelo sistema defensivo, pela habilidade das jogadoras japonesas, e a agressividade que elas têm no saque. Vamos nos preparar para mais um jogo difícil”, afirmou.

0 visualização

​​​​© 2020 desenvolvido por Market21 Comunicação - Todos os direitos reservados