Brasil perde para os Estados Unidos e se complica na Copa do Mundo de Vôlei

Seleção feminina joga mal e perde por 3 sets a 0 em seu último jogo na cidade de Hamamatsu

Foto: Divulgação/FIVB


A seleção brasileira feminina de vôlei não conseguiu acabar com a invencibilidade dos Estados Unidos na Copa do Mundo. Nesta quinta-feira (19), as norte-americanas venceram as brasileiras por 3 sets a 0 (25/22, 25/18 e 25/19), em 1h17 de jogo, em Hamamatsu, no Japão. A equipe do treinador José Roberto Guimarães tem três vitórias e dois resultados negativos na competição.


O Brasil viajará nesta sexta-feira (20) para Sapporo, no Japão, onde disputará os próximos três jogos na Copa do Mundo. O time verde e amarelo jogará com a China às 3h (horário de Brasília) deste domingo (22).


Na classificação geral, o Brasil aparece em sexto lugar, com oito pontos (três vitórias e duas derrotas). A China lidera, com 15 pontos, seguida pelos Estados Unidos também com 15, mas com um saldo de sets pior do que as chinesas. A Rússia está em terceiro lugar, com 10 pontos, a Holanda em quinto também com 10, mas com uma derrota a mais que as russas e a Sérvia é a quinta colocada, com nove pontos.


As ponteiras Gabi e Drussyla foram as maiores pontuadoras entre as brasileiras, com 12 pontos cada. Pelo lado dos Estados Unidos, destaque para a atacante Robinson, maior pontuadora do confronto, com 15 acertos.


O treinador José Roberto Guimarães lamentou a derrota, mas fez questão de elogiar a atuação das norte-americanas.


“Os Estados Unidos foram muito consistentes durante toda a partida e deram poucos pontos de erros nos três sets. Elas sempre abriram no placar no início das parciais e ficou difícil para encostarmos no marcador. O nosso time começou a melhorar sempre depois da segunda parada técnica e nesse momento já era muito tarde. Essa partida serviu de aprendizado para o nosso grupo”, afirmou.

1 visualização

​​​​© 2020 desenvolvido por Market21 Comunicação - Todos os direitos reservados