Brasil anuncia treinadora sueca para o comando da seleção feminina de futebol

Pia Sundhag, duas vezes campeã olímpica, chega para substituir Vadão



A CBF anunciou nesta semana a contratação da técnica Pia Sundhag para o comando da seleção brasileira feminina principal. A sueca assinou um contrato válido por dois anos, podendo ser renovado por mais dois.


Pia chega para substituir Vadão, demitido após a eliminação na Copa do Mundo para a França. O agora ex-técnico da Seleção vinha tendo seu trabalho bastante questionado e sua saída foi anunciada na última segunda-feira (22/07).


Sundhag ficou marcada por ter conquistado duas medalhas de ouro seguidas à frente da Seleção dos Estados Unidos, em 2008 (Pequim) e 2012 (Londres), além de ter sido vice-campeã mundial em 2011. Nas Olimpíadas de 2016, Pia conquistou a medalha de prata dirigindo a seleção de seu país.


Antes de acertar com o Brasil, a sueca dirigia a equipe sub-16 dos Estados Unidos. Seu primeiro desafio pelo escrete canarinho será preparar o time para as Olimpíadas de Tóquio, em 2020. Em vídeo divulgado pela CBF, Pia Sundhag se mostrou otimista com a oportunidade:


"Olá, Brasil! Eu só queria falar para vocês o quanto estou empolgada em treinar o país do futebol para alcançarmos a melhor performance juntos", disse.

2 visualizações

​​​​© 2020 desenvolvido por Market21 Comunicação - Todos os direitos reservados