BJJBET: Cyborg, Preguiça e Petcho se destacam em noite histórica para o Jiu-Jitsu nacional

BJJBET aconteceu em São Paulo e se diferenciou pela excelente estrutura montada desde a localização até o time de comentaristas, anunciadores e atletas que competiram. Roberto Cyborg, Felipe Pena e Marcos Petcho foram os destaques da noite.

BJJBET superou as expectativas, repercutiu internacionalmente e entregou incríveis lutas (Foto BJJBET)

Na noite do último domingo (06) aconteceu em um castelo em São Paulo o BJJBET, evento de lutas casadas de Jiu-Jitsu com um dos melhores cards da história, uma estrutura altamente profissional e luxuosa e com a presença de personalidades do mundo da arte suave além de diversas estrelas do Jiu-Jitsu Mundial.


A organização que realizou seu primeiro evento disponibilizou um time de craques para o entretenimento da comunidade, com presença de Fábio Durello (Canal BJJClub no Youtube) nas entrevistas, a lendária Lenne Hardt (Voz do Pride) anunciando a entrada dos lutadores e com a presença dos campeões mundiais Kyra Gracie e Rodrigo Cavaca (Comentaristas) ao lado de Leandro Mamute que narrou o evento com maestria.


O evento sofreu um atraso em relação ao horário previsto para início devido ao mau funcionamento dos servidores que transmitiriam as lutas mas os organizadores foram rápidos e liberaram o acesso gratuito através do BJJPicks para a felicidade dos fãs.


O diferencial do evento foi a presença não só de atletas renomados mas também com a oportunidade de atletas faixa colorida sub-21 e atletas "Old School" participarem do evento além de intercalar combates com e sem quimono.


Roberto Cyborg x Kaynan Duarte

Veterano Roberto Cyborg Abreu venceu Kaynan Duarte por finalização (Foto @Zarthurjr)

O evento principal da noite foi protagonizado por um duelo entre gerações do Jiu-Jitsu em luta sem quimono e a vitória ficou com Roberto Cyborg que finalizou o jovem Kaynan Duarte com uma chave de tornozelo da 50/50 e faturou o bônus de finalização da noite!


Felipe Preguiça x Erberth Santos

Felipe Preguiça venceu seu combate mesmo com uma lesão no pé (Foto @Zarthurjr)

No co-main event da noite, o multi-campeão mundial Felipe Preguiça venceu Erberth Santos por desistência do adversário. Erberth inciou bem o combate aplicando uma queda que causou uma lesão no pé de Preguiça mas o atleta da Gracie Barra se superou, raspou, passou a guarda e conseguiu a montada abrindo 9-2 no placar e o combate terminou após Erberth desistir devido a exaustão.


Gregor Gracie x Isaque Bahiense

Atleta da Dream Art, Isaque Bahiense finalizou adversário em duelo No-Gi (Foto @Zarthurjr)

Isaque Bahiense deu um show em seu confronto contra Gregor Gracie em duelo sem quimono e finalizou o faixa preta e atleta da Renzo Gracie Academy com uma guilhotina extremamente justa ainda no tempo regulamentar do confronto.


Nicholas Meregali x Leandro Lo

Confronto entre ambos terminou no empate mas foi um dos mais emocionantes da noite (Foto @Zarthurjr)

Uma das lutas mais esperadas da noite foi o encontro entre Nicholas Meregali e Leandro Lo. O equilíbrio entre ambos atletas proporcionou uma das lutas mais empolgantes da noite mas ao final do tempo regulamentar e do tempo extra nenhum atleta pontuou e o confronto terminou com um empate.


Xande Ribeiro x Vagner Rocha

Xande Ribeiro e Vagner Rocha empataram após longos 15 minutos de combate (Foto @Daibjj)

Em duelo sem quimono, as duas lendas do jiu-jitsu Vagner Rocha e Xande Ribeiro empataram após nenhum atletas pontuar ao longo dos 15 minutos de combate. Confronto que foi extremamente físico e aconteceu na sua maior parte em pé demonstrou o equilíbrio entre ambos atletas que deram show de desportividade ao final.


Marco Barbosa x Wander Braga (Old School)

Marco Barbosa venceu Wander Braga por 3-0 após passagem de guarda (Foto @Zarthurjr)

No confronto "Old School" da noite, o líder da B9 Marcos Barbosa venceu o líder da Wander Braga Jiu-Jitsu por 3-0 após seis minutos de combate. Wander Braga puxou Barbosa para a guarda fechada após inicio de combate muito estudado por ambos mas o líder da B9 fez o que sabe melhor, ganhou a esgrima, exerceu pressão, ganhou a meia-guarda e realizou a passagem para faturar os três pontos e vencer o combate.


Marcos Petcho x Servio Túlio

Marcos Petcho e Servio Túlio protagonizaram a melhor luta da noite (Foto @Zarthurjr)

Naquela que foi a melhor e mais emocionante luta da noite, Marcos Petcho atleta da B9 finalizou Servio Túlio quase no estouro do relógio para faturar a vitória. Confronto que foi extremamente movimentado e equilibrado terminou após falha de Servio Túlio que tentou aplicar uma queda e cedeu as costas para Petcho que foi extremamente rápido e preciso ao aplicar um estrangulamento e vencer o combate.


Léo Lara x Italo Moura

Léo Lara venceu Italo Moura por 2-0 em confronto No-Gi (Foto @Zarthurjr)

Léo Lara iniciou o combate por baixo e conseguiu uma raspagem para abrir 2-0 no placar e administrou estrategicamente o restante do combate contra Italo Moura pois lesionou seu joelho em uma das tentativas de Leg Lock por parte do adversário e faturou a vitória em duelo sem quimono.


Gabi Pessanha x Yara Soares

Gabi Pessanha venceu adversária com raspagem nos últimos segundos da luta (Foto @Daibjj)

No único confronto feminino da noite, Gabi Pessanha venceu Yara Soares por 10-8 com uma raspagem nos últimos segundos de um dos combates mais equilibrados da noite. Um show por parte de ambas atletas.


Diego Pato x Alex Sodré

Diego Pato venceu Alex Sodré na luta com mais pontuação da noite (Foto @Zarthurjr)

Em um épico duelo de raspagens da 50/50, Diego Pato venceu Alex Sodré por 12-10 no combate com o maior número de pontuação da noite. Alex Sodré fez uma última tentativa de ir para as costas mas Diego Pato defendeu muito bem e faturou a vitória.


Rider Zuchi x Gutemberg Pereira

Gutemberg Pereira finalizou luta com um Katagatame (Foto @Zarthurjr)

Gutemberg Pereira venceu Rider Zuchi por finalização (Katagatame) após passar a guarda duas vezes, montar e aplicar o golpe que lhe proporcionou a vitória. Atuação cirúrgica do atleta da GF Team.


Meyram Maquine x Fabrício Andrey

Meyram Maquine venceu combate por 8-2 (Foto @Zarthurjr)

Meyram Maquine deu uma aula de objetividade da guarda, raspou o adversário quatro vezes e conquistou assim a vitória por 8-2 no placar final do combate.


Micael Galvão x Felipe Porto (Faixa Colorida/Sub-21)

Micael Galvão venceu Felipe Porto por finalização (Foto @Daibjj)

Na luta que abriu o BJJBet, o fenômeno Micael Galvão venceu Felipe Porto no confronto entre faixas coloridas sub-21. Mica saiu na frente ao raspar o adversário, conquistar a montada, fazer a transição para as costas e finalizar o adversário com um estrangulamento.



7 visualizações

​​​​© 2020 desenvolvido por Market21 Comunicação - Todos os direitos reservados